Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Durante a tarde, a equipe que coordena o projeto realizou oficinas para as crianças do Município. A primeira foi a de sustentabilidade, que evidenciou a importância dos cinco Rs (repensar, recusar, reduzir, reutilizar e reciclar) para a preservação do meio ambiente. A segunda atividade fez o grupo pensar sobre os aspectos que consideram problemáticos no Município e a forma como podem ser solucionados. A partir da identificação, as crianças foram desafiadas a transformar esta realidade em um curta metragem.

Mais tarde, às 19h, foi iniciada a exibição de curtas metragens e do filme "Turma da Mônica - Laços", que mostra a aventura de Mônica e sua turma para resgatar "Floquinho", o cachorro do personagem "Cebolinha".
Representantes da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, de Nova Bréscia, fizeram a distribuição da pipoca de forma gratuita ao público. A programação contou ainda com a exibição do audiovisual desenvolvido pelas crianças na oficina da tarde e com a visitação à van que carrega as placas fotovoltaicas, gerando energia para a exibição dos audiovisuais.

Lei de Incentivo à Cultura.
Patrocínio: CPFL Energia | Instituto CPFL.
Apoio: RGE e| CPFL Geração.
Apoio Local: Prefeitura Municipal de Nova Bréscia - Secretaria Municipal de Educação e Cultura.
Realização: Brazucah Produções | Ministério da Cidadania - Governo Federal.

 

Assessoria de Imprensa

A CAIXA anunciou, nesta quarta-feira (30), as novas taxas de juros para financiamentos de imóveis com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e saldos devedores atualizados pela Taxa Referencial (TR). A taxa efetiva mínima para imóveis residenciais enquadrados nos Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e Sistema Financeiro Imobiliário (SFI) será de TR + 6,75% a.a. e a taxa máxima será de TR + 8,50% a.a., redução de 0,75 p.p. e 1,0 p.p, respectivamente. As taxas valem para novos contratos e estarão vigentes a partir do dia 06 de novembro.

 

“A CAIXA é o banco de todos os brasileiros e trabalha com políticas diferenciadas de juros para oferecer à população as melhores condições de aquisição da casa própria”, comenta o presidente da CAIXA, Pedro Guimarães. Ele explica ainda que, matematicamente, esses movimentos de redução de juros permitem a ampliação do acesso à moradia pela prática de preços mais competitivos, além de apoiar o setor produtivo da construção civil com todos os efeitos multiplicadores que tem na geração de emprego e renda.

 

Além das taxas corrigidas pela TR, a CAIXA também oferece, à escolha do cliente, a alternativa de crédito para imóveis residenciais com recursos do SBPE corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A tabela comparativa a seguir contém as taxas de juros dos financiamentos imobiliários com recursos do SBPE, de acordo com o fator de correção:

 

TAXAS DE JUROS DO CRÉDITO IMOBILIÁRIO

SBPE

TR +

IPCA +

Mínima

6,75%

2,95%

Máxima

8,50%

4,95%

 

As simulações poderão ser realizadas no site da CAIXA, onde o cliente pode comparar os juros e as condições para obtenção do financiamento.

 

Medidas da CAIXA para o crédito imobiliário:

Esta é a terceira redução da taxa de juros promovida pela CAIXA neste ano. No último dia 08, a CAIXA anunciou a redução de até 1,0 p.p. das taxas de juros para os financiamentos imobiliários com recursos do SBPE. Em junho, o banco já havia anunciado outra redução de até 1,25 p.p. nas taxas, além de alternativas para renegociação de contratos habitacionais para pessoa física, ainda vigentes.

 

Desde agosto, além da correção dos financiamentos pela TR, a CAIXA também lançou, de forma pioneira e revolucionária no mercado, a possibilidade de crédito para aquisição de imóveis com taxas corrigidas pelo IPCA.

 

Assessoria de Imprensa da CAIXA

 

Antônio Prado está de braços abertos para receber os milhares de visitantes que irão prestigiar o 6° Festival Nacional da Massa - FenaMassa, a partir desta sexta-feira, 08 de novembro. O Centro Histórico do município se transforma no palco da gastronomia italiana e da cultura, a partir das 18h, com mais de 50 expositores e mais de 70 atrações.

A abertura oficial inicia às 19h30min, com a presença de convidados, autoridades e imprensa. O presidente da FenaMassa, Artur Baldin, recepciona o público e abre o evento junto com as Soberanas de Antônio Prado, Samuele Bertelli, Érica Forlin e Larissa Simioni. Após, o show fica por conta do Guri de Uruguaiana, que promete muitas risadas.

Até 24 de novembro, sempre de sexta-feira a domingo, milhares de pessoas irão saborear o melhor da gastronomia, ouvir a boa música, apreciar o artesanato local e degustar bons vinhos em um único espaço. Nessa edição, a expectativa é receber mais de 30 mil pessoas durante os três finais de semana.

Com entrada gratuita e em uma área coberta de aproximadamente 4,5 mil m², a FenaMassa reúne praça de alimentação, espaço do vinho, produtos orgânicos, palcos, oficinas gastronômicas, espaço infantil, armazém das massas e centro comercial, valorizando a produção local e proporcionando ao visitante vivenciar, de forma prática, aspectos da cultura italiana. Nas sextas-feiras, 08 e 22, o evento ocorre das 18h às 22h. Nos sábados, domingos e feriado do dia 15 de novembro, das 10h às 22h.

A FenaMassa é uma promoção da Câmara de Indústria, Comércio, Serviços, Agropecuária e Turismo (CIC) de Antônio Prado. Mais informações podem ser obtidas na fan page oficial do evento, www.facebook.com/fenamassafestival ou no Instagram @fenamassa. A programação completa está no site fenamassa.com.br.

 

Novidades

Nessa edição, os visitantes irão encontrar novidades na FenaMassa. Serão mais de 70 atrações que prometem envolver o turista em uma atmosfera típica italiana.

Nos domingos, 10 e 24 de novembro, o público acompanha o Desfile Cênico, que irá retratar a história da cidade, com a participação de pessoas da comunidade e sob o comando da diretora cênica Carla Reis. Em caso de chuva, o desfile será cancelado.

Fazer biguli, debulhar milho, plantar milho, arremesso de queijo, corrida de cariola, corrida de trator, corrida de saco, chute a gol e mini 48 são as provas que compõem os Jogos Coloniais, que ocorrem nos dias 15 e 16 de novembro.

Os amantes da velocidade e dos colecionáveis estarão muito bem servidos de programação na 6ª FenaMassa. Nos dias 9 e 17 de novembro, o evento recebe os encontros de Harley Davidson e de Carros Antigos, respectivamente. Já nos dias 17 e 24 de novembro, ocorrem o 1° Pedal Beneficente e a 1ª Corrida da Massa, respectivamente. A programação completa está no site fenamassa.com.br.

 

A FenaMassa

O Festival surgiu com o objetivo de oportunizar o desenvolvimento do segmento alimentício de Antônio Prado, promovendo assim o turismo gastronômico e cultural, a preservação do patrimônio histórico material e imaterial, envolvendo sempre a participação da comunidade urbana e rural.

A primeira edição da FenaMassa ocorreu em outubro de 2012, envolvendo 20 entidades do município. De lá para cá, o festival cresce a cada realização. Na edição de 2017, os expositores do evento faturaram mais de R$ 1,2 milhão de reais, com público que superou a marca de 25 mil pessoas. Em oito dias de festival, foram servidas e comercializadas 5,1 toneladas de massas em mais de 17 mil refeições entre almoços, jantares e lanches.

Além da farta gastronomia, a FenaMassa 2017 reuniu 51 expositores e contou com 15 oficinas gastronômicas e 100 apresentações culturais, em três palcos distribuídos pelo Centro Histórico. Os passeios turísticos reuniram mais de 400 pessoas de diferentes cidades do país como Caxias do Sul, Porto Alegre, Ouro Preto e Lages.

Está programada para sábado (09) a primeira das duas edições mensais da Feira do Peixe de Estrela. Promovida pela Secretaria Municipal da Agricultura (Smag), terá como local e horário de costume a Praça Professor Henrique Roolaart, onde também ocorre a Feira do Produtor, das 7h às 11h. A primeira edição de novembro será a 17ª do ano, e seguirá as mesmas características das últimas, quando foram oferecidas apenas Carpas em três variedades.

Serão oferecidas ao público mais de 300 quilos de três variedades da espécie. Os preços seguem os mesmos, e mantidos desde a Páscoa de 2018. A Carpa capim custará R$ 10 o quilo, e as demais variedades – cabeça grande e prateada a R$ 9. A variedade húngara não será comercializada nesta ocasião.

O município incentiva a piscicultura como mais uma fonte de renda. Existem hoje produtores cadastrados na Secretaria da Agricultura, e são estes que participam das feiras. A maior parte da produção é decorrente da utilização de açudes, mas segue sendo incentivada a implantação de tanques viveiros, de mais fácil manejo e manutenção. Informações pelo telefone 3981-1055.

 

 

Texto: Rodrigo Angeli/ Assessoria de Imprensa Prefeitura de Estrela

Foi definida na última semana a Comissão de Infraestrutura da FestLeite 2020. Coordenada por Mauro De Carli, a comissão é formada por integrantes da Secretaria de Obras e outros funcionários contratados.
O grupo será responsável pela manutenção do Parque de Eventos Aldi João Bisleri para a feira.
Durante a reunião com a comissão, o presidente da FestLeite, Vinícius DallaVechia reforçou a importância de estruturar o parque com eficiência para receber os visitantes.

Assessoria de Imprensa

 

Um dos setores mais complexos de uma Prefeitura é do de licitações, pois realizar compras e adquirir os mais diversos equipamentos requisita conhecimento, qualificação e atenção às regras.
Em Anta Gorda, o setor de licitações tem se destacado pelo trabalho que otimiza a economia do município. Por meio de licitações idôneas e que não causam problemas, o setor tem conseguido baixar preços e adquirir o que se precisa com qualidade.
O secretário da Fazenda e pregoeiro do município, Mateus Pianezzola explica que em Anta Gorda existem duas comissões responsáveis pelas licitações. “A comissão permanente que tem três titulares e seus suplentes e a comissão do pregão são os dois grupos que hoje realizam licitações aqui”, diz.


Categorias
Segundo Pianezzola, há várias formas de se licitar uma compra: tomada de preço, concorrência, carta convite e o pregão presencial no qual, o pregoeiro e seus suplentes escolhem as melhores propostas antes de abrir os envelopes.
Em 2020, Anta Gorda também realizará licitações em pregão eletrônico, no qual, o pregoeiro não deve conhecer quem são os concorrentes e é uma categoria que será obrigatória. “Já estamos nos preparando para implantar o pregão eletrônico e nos qualificar para isso”.
Frequência
O pregoeiro ressalta que a frequência de licitações depende da demanda. “No início do ano realizamos muito mais licitações, pois é a época em que planejamos o que vamos usar o ano todo e após vamos realizando o trivial”, pontua Pianezzola.
Outra forma que o setor realiza, é por meio de registro de preços, que otimiza o valor e a quantidade. “Um exemplo é a brita, pois compramos uma determina quantia e vamos pegando aos poucos”, diz.


Fase interna
Pianezzola conta que um dos diferenciais do setor de licitações de Anta Gorda é dar prioridade e atenção máxima à fase interna da licitação. “Elaborar a descrição dos objetos com cautela e buscamos sempre fazer isso em conjunto com o secretário, com descrições que contemplem todas as características é muito importante. Depois disso também se faz uma pesquisa de preço de mercado e se rem o preço médio daquele produto”, afirma.
De acordo com ele, ter cuidado nesta etapa otimiza muito a economia. “Depois aparecem vários interessados e eles são obrigados a reduzir um pouco a sua margem de lucro para conseguir ganhar a licitação e é aí que conseguimos economizar”.


Princípios e qualificação
Pianezzola ressalta que as comissões de licitação trabalham com vários princípios que os tornam referência na região. “Utilizamos os princípios da economicidade, legalidade, transparência e isso para dar oportunidade a todos, não priorizando nenhum fornecedor, mas sim, comprando do menor valor e garantir a economia, afirma. Para ele, as comissões devem estar sempre qualificadas e atualizadas nas novas regras. “Fazendo isso de forma organizada a gente consegue estipular um real passo de diferença. A comissão tem que estar qualificada, pois sempre estão surgindo regras novas e temos que estar por dentro”. Para ele, ser pregoeiro é uma função de responsabilidade. “Como pregoeiro, sinto que tenho uma grande responsabilidade, agradeço a confiança que foi depositada na nossa comissão, e destaco que ela é muito séria e empenhada”.

Seguidamente chegam denúncias na fiscalização da Prefeitura Municipal e em outros órgãos como a CIC, Brigada Militar e Conselho Tutelar.
A maioria das denúncias tratam do barulho nos finais de semana aos arredores da Praça Central, em horários noturnos, já outras tratam da venda de bebida para menores de idade, do barulho nos bares e da entrada de menores em festas.
Pensando nisso, o grupo de lideranças se reuniu na quinta-feira, 24, para estabelecer formas de amenizar as denúncias e controlar as problemáticas que envolvem os menores.
Conforme as fiscais Angélica Moresco e Janaíne Arosi, uma próxima reunião deverá apresentar aos proprietários de estabelecimentos estas situações. “Nós, enquanto fiscais da Prefeitura, podemos apenas controlar o barulho em bares, e quando isso ocorre, de acordo com a nossa legislação, quem é autuado é o dono do bar, não a pessoa que está fazendo o barulho. Por isso, acreditamos que é preciso fazer um trabalho em conjunto, para que isso não ocorra”, refletem as fiscais.
Segundo Angélica, a Brigada Militar e o Conselho Tutelar, por meio do Comdicas, irão fortalecer ainda mais a fiscalização em festas. “Nesta reunião, eles nos colocaram que há muitos menores entrando em festas e consumindo bebidas alcoólicas e neste sentindo eles irão conversar com donos de bares, de casas noturnas, de clube, enfim, para ressaltar que esta venda é proibida”, conta a fiscal.
Mesas de bares
Conforme Angélica, o grupo irá fiscalizar também a colocação de mesas de bares e restaurantes na rua, pois segundo a legislação, eles devem respeitar o limite de 1,5 metro para o pedestre.
Venda de bebidas para menores
A venda de bebidas para menores de idade foi criminalizada em 2015, por meio de uma lei sancionada pela presidente Dilma Roussef. De acordo com o texto, é proibido vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar a menores bebida alcoólica ou outros produtos que possam causar dependência. A norma prevê pena de dois a quatro anos de detenção e multa de R$ 3 mil a R$ 10 mil pelo descumprimento da determinação, e medida administrativa de interdição do estabelecimento.
Para isso, a Brigada Militar, em conjunto com outros meios, irá fiscalizar esta venda seguidamente, podendo autuar os proprietários.
Entrada de menores em locais com bebida liberada
Conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente, é proibida a entrada de menores em estabelecimentos com bebida liberada. O projeto de lei impõe multa e permite o fechamento de estabelecimentos, em caso de reincidência, que admitam a entrada ou a permanência de criança ou de adolescente nesses eventos.
“Neste sentido, a Brigada Militar e o Comdicas irão fiscalizar as entradas de festas, para averiguar se estão solicitando esta autorização, e se é vendidos bebida dentro dos locais”.
Barulho em locais públicos e privados
O artigo que mais se aproxima do assunto no Código Civil é o art. 1.277, que diz que o proprietário ou o possuidor de um prédio tem o direito de fazer cessar as interferências prejudiciais à segurança, ao sossego e à saúde dos que o habitam, provocadas pela utilização de propriedade vizinha. A pessoa física ou jurídica que infringir a lei fica sujeita às penalidades, como, notificação por escrita, multa ou outras.

 

Assessoria de Imprensa

Com aplicação da Lei n° 13.874, a Prefeitura de Anta Gorda, bem como as demais do Brasil, não deverá mais confeccionar Carteiras de Trabalho.
Segundo o responsável pelo setor de confecção de carteiras, Xico Frighetto, o documento agora será usado apenas da forma digital. “Quem ainda tem a carteira de trabalho física, poderá guardar, porém, todos os dados ficarão em meio digital e isso facilitará muito, tanto para a empresa como para o empregado, pois quando for iniciar um determinado cargo, ele deve apenas entregar o CPF, e por meio de um aplicativo, a sua Carteira de Trabalho estará disponível”, explica.
Para que a empresa possa cadastrar no meio digital, ela precisa estar integrada ao E-Social.
De acordo com Frighetto, as últimas carteiras foram confeccionadas até ontem, 31. “A partir de agora, pedimos a compreensão da comunidade, pois ela não será mais confeccionada e estaremos aqui para auxiliar as pessoas nesta adaptação no meio digital”.


Mudanças
Com as mudanças, o cidadão deve acessar o site www.acesso.gov.br e criar uma conta para então ter a sua carteira de trabalho digital.

Neste ano, o tradicional encontro do Dia do Músico de Imigrante chega a sua 26ª edição. A comemoração ocorre na quinta-feira, dia do Músico, 21 de novembro. Inicialmente o evento contava com a participação de músicos locais, mas nos últimos anos estiveram presentes músicos do Vale do Taquari e também da Serra.

A programação inicia às 19 horas, com o tradicional desfile pela Avenida Dr. Ito João Snel, com saída em frente ao Posto Vale Verde até o Restaurante do Prydi, no Ecas, local onde será servido o jantar.

As 20 horas iniciam as apresentações musicais e o jantar, que terá como cardápio churrasco e saladas diversas, ao custo de R$ 22,00, será servido às 21 horas. Durante toda a noite haverá diversas apresentações dos músicos presentes. O evento é aberto a todo o público. O

As reservas para o jantar devem ser realizadas com os músicos organizadores e com o Prydi.

Crianças criativas, curiosas e falantes foram as locutoras da grade especial de programação da Rádio Cultura FM 105.5 de Anta Gorda durante o mês de outubro. A atividade foi alusiva ao Mês das Crianças e teve apoio do Programa Criança Dália, da Cooperativa Dália Alimentos de Encantado.